Notícias

Nos dias 29 e 30 de abril, a Signi realizou a oficina “Dinâmica de Rádio” para os adolescentes que cumprem medida socioeducativa e os professores da Casa Tamoios, em São José dos Campos. Confira abaixo a matéria publicada pela Fundação Casa em seu site:  

Os adolescentes que cumprem medida socioeducativa e os professores, arte educadores, instrutores e demais funcionários do CASA Tamoios, localizado na cidade de São Jose dos Campos e pertencente à Divisão Regional do Vale do Paraíba (DRVP), participaram da oficina “Dinâmica de Rádio”.

As aulas, que tiveram duração de duas horas e rederam duas produções radiofônicas experimentais, foram oportunizadas por meio de uma parceria entre o CASA e a empresa Signi, que realiza ações de responsabilidade social por meio da comunicação para várias empresas, dentre elas a Petrobrás.

Como explica a pedagoga do CASA e uma das organizadoras da oficina, Alessandra Aparecida Braga Maia, a ideia surgiu quando ela viu uma palestra da Signi. “Tive a oportunidade de conhecer o trabalho realizado por eles em comunidades carentes e achei muito interessante trazer isso para os jovens”, disse. Voluntariamente, a equipe da empresa se prontificou para fazer as oficinas centro.

O diretor do CASA, Cristiano Teodoro, destacou a mobilização de todo o corpo funcional para conseguir os equipamentos. “Todo mundo se mexeu. Conseguimos, por exemplo, a pick-up com a Escola Vinculadora, os microfones, a mesa de som, as caixas com outros parceiros”, comentou o diretor.

Dentre os conteúdos abordados nas aulas, conceitos sobre programação de uma rádio, elaboração de vinhetas e a operação dos equipamentos.

Para a diretora da Signi, Cristiane Ostermann, os jovens se mostraram interessados.  “Trabalhamos com eles cada uma das funções de uma rádio, por exemplo, quem vai ser repórter, quem vai ser o locutor, os técnicos. Também ensinamos sobre a produção das matérias. Todos ficaram bem entusiasmados”, disse.

Para a pedagoga do centro, a criação da rádio oportunizará aos jovens uma nova forma de aprender. “Eles vão participar bastante e entender a importância de comunicar-se, além de conhecer diferentes oportunidades profissionais”, concluiu Alessandra Maia.

 

 

Instituto Ethos