Notícias

A construção de uma agenda ambiental conjunta para a região amazônica será discutida até sexta-feira, 20 de julho, em Palmas (TO), por secretários de Meio Ambiente e representantes dos nove estados que integram a Amazônia Legal. Também serão debatidos temas como o Plano de Ação para Proteção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAM), agenda de educação ambiental, mitigação e mudanças climáticas e implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O secretário de extrativismo e desenvolvimento rural sustentável do Ministério do Meio Ambiente, Paulo Guilherme Cabral, participará do evento com explicações e orientações sobre o CAR e a importância do cadastro para o fortalecimento da agenda ambiental na região. “Vamos destacar a necessidade de implantação do CAR, sistema fortalecido recentemente com a aprovação da Lei Florestal e que torna obrigatório o cadastro ambiental em todos os imóveis rurais”, explicou ao portal do MMA.

O MMA já dialoga com representantes estaduais para estabelecer acordos de cooperação, com o objetivo de integrar o sistema de cadastro ambiental rural estadual e federal. “Essa ação conjunta, além de reunir todas as informações necessárias para o cadastro, irá facilitar muito a vida do produtor, que irá procurar só um sistema, integrado e completo, resultado de parceria entre o governo federal e os estados”, destacou o secretário.

Recuperação de Áreas

Cabral também defenderá a ideia do Cadastro Ambiental Rural como o início de um longo processo de recuperação de áreas desmatadas ilegalmente, áreas degradadas que não possuem Reserva Legal nem Área de Preservação Permanente (APP). “Em médio e longo prazos, o CAR também é uma importante ferramenta para criar uma base de informação que auxiliará na recuperação dessas áreas”. Para ele, o objetivo é que, em breve, além de números de queda no desmatamento, o governo federal anuncie o aumento da quantidade de áreas que estão sendo recuperadas.

A abertura oficial do Fórum foi realizada na quinta-feira (19), no auditório do Palácio Araguaia. A primeira edição do evento ocorreu em junho de 2011. O objetivo do encontro é criar um espaço para discutir a integração das ações ambientais e uma agenda conjunta para possibilitar a priorização da temática ambiental de forma que o desenvolvimento dos estados seja construído em bases sustentáveis.

Fonte: EcoDesenvolvimento

Instituto Ethos