Notícias

IMG_6403

A sessão de estreia do documentário ocorreu no dia 29 de julho, em São Paulo, com sala lotada.

Uma diretora que resolveu tirar as grades da escola, a física e a curricular; um educador que se nega a comprar brinquedos prontos, pois acredita que o melhor é confeccioná-los; colegas que ensinam uns aos outros e se ajudam com as dúvidas e tarefas. Esses são alguns dos exemplos que fazem parte do documentário Quando sinto que já sei, produzido pela Despertar Filmes e lançado em São Paulo, na última semana de julho.

A Signi é uma das apoiadoras desse projeto independente, que reúne depoimentos de pais, estudantes, educadores e profissionais de diversas áreas sobre a necessidade de mudanças no modelo convencional de escola – de carteiras enfileiradas, aulas de 50 minutos e avaliações quantitativas. No filme são retratados sete projetos educacionais, de sete cidades do Brasil: Projeto Âncora (Cotia – SP), Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (Curvelo – MG), Projeto GENTE (Rio de Janeiro – RJ), Escola Alfredo J. Monteverde – Projeto de Educação Científica da AASDAP (Natal – RN), Escola Livre Inkiri (Piracanga – BA), EMEF Presidente Campos Salles (São Paulo – SP) e Projeto Araribá (Ubatuba – SP).

Entre os entrevistados estão o educador e idealizador da Escola da Ponte (Portugal) José Pacheco; o neurocientista Miguel Nicolelis; a pedagoga e idealizadora da Casa do Zezinho, Tia Dag e o educador e idealizador do CPCD, Tião Rocha, entre outros. A ideia central é apresentar novas abordagens e caminhos para uma educação mais próxima da participação cidadã, da autonomia e da afetividade.

 

 A parceria firmada com a produtora é um novo passo da Signi na direção de colaborar com iniciativas alinhadas aos ideais da empresa e que colaborem para o crescimento e expansão da rede de relacionamento de nossos projetos. Em novembro, uma sessão do documentário fará parte das atividades do II Seminário MudaMundo, seguida de um bate-papo com os diretores do filme. Além disso, um dos educadores que participam do filme também virá especialmente para a ocasião.

As filmagens de Quando sinto que já sei começaram em 2012 e, no ano passado, o filme arrecadou R$ 49,7 mil com a ajuda de mais de 480 pessoas em uma campanha de financiamento coletivo no site Catarse. Em dezembro, uma prévia do documentário foi exibida no evento “Diálogos sobre educação”, evento realizado pela representação do Brasil na UNESCO, em Paris (França). Seguindo o espírito colaborativo e de espalhar boas ideias, a equipe do filme está convocando entusiastas a realizarem projeções independentes do documentário. Desde o lançamento, no dia 29 de julho, o filme está disponível para visualização online no YouTube e já teve mais de 28 mil visualizações. 

Maiores informações podem ser encontradas no site www.quandosintoquejasei.com.br. Para encontrar uma exibição próxima de você, clique aqui. O II Seminário MudaMundo acontece nos dias 19 e 20 de novembro de 2014, na Câmara Municipal de Esteio. Em breve divulgaremos mais detalhes sobre a programação. Participe!

 

Quando sinto que já sei

2014, digital, 75 minutos, Brasil

Direção: Antonio Sagrado Lovato, Raul Perez e Anderson Lima

Produção: Antonio Sagrado Lovato e Raul Perez

Produção Executiva: Antonio Sagrado Lovato, Raul Perez e Anielle Guedes

 

II Seminário MudaMundo

19 e 20 de novembro de 2014

Câmara Municipal de Esteio

Rua 24 de Agosto, 535 – Centro – Esteio/RS

Dúvidas e informações: mudamundo@mudamundo.com.br

 

 

Instituto Ethos