Notícias

Em vez de títulos como o de mais rápido, mais alto ou mais moderno, Londres optou por outras comparações: o mais verde, o mais limpo, o mais preocupado com as questões ambientais. Foi dentro dessa linha que as obras do Parque Olímpico foram planejadas. Milhares de árvores foram plantadas, rios e terrenos passaram por saneamentos. A conta dessa preocupação verde extrapolou o planejamento: deve fechar em 10 bilhões de euros, o que representa quatro vezes o orçamento inicial.

O parque foi equipado com um sistema de reciclagem de águas residuais, levou em conta um plano de preservação natural e tem painéis para a produção de energia solar. No entanto, os críticos apontam falhas e questionam até que ponto a instalação de uma estrutura do porte do parque olímpico pode mesmo ser ecologicamente correta.

Fonte: Por Deutsche Welle

Instituto Ethos